HB Informática 1
Quality Solar topo
Sicredi topo
E.B Instalações Elétricas topo
Farmácias São Miguel topo
Techy Internet topo
Armazém dos Óculos topo
Supermercado Comin topo
Mercado Pereira topo
Funerária Scopel topo
Móveis Incomaba topo
Marmoraria Felicetti topo
Loja Sol topo
Campos Auto Center topo
Odontologia Pacheco
Restaurante Alvorada topo
Segurança Pública

Envolvidos em furtos em Descanso são condenados por mais de 24 anos de prisão

Eles terão também de pagar R$ 20 mil de indenização em favor das vítimas

06/10/2020 17h54
Por: Redacao
Fonte: Assessoria de Comunicação
290
Ainda no dia do crime, a Polícia Civil identificou os três autores e representou pela prisão preventiva (Foto: Divulgação)
Ainda no dia do crime, a Polícia Civil identificou os três autores e representou pela prisão preventiva (Foto: Divulgação)

Após o processo judicial, em 4 de outubro, o juiz da Comarca de Descanso condenou, por mais de 24 anos de prisão, os autores pelos furtos ocorridos na madrugada de 30 de abril deste ano. Eles terão também de pagar R$ 20 mil de indenização em favor das vítimas.

As penas aos envolvidos são de 6 anos, 1 mês, 3 dias; 6 anos, 6 meses, 13 dias e 11 anos, 11 meses, 21 dias, todos em regime fechado. Eles permanecem presos desde o dia dos crimes.

Entenda os crimes

Por volta das 20h30 da noite de quarta-feira, 29 de abril, um homem subtraiu a camionete GM/A10, branca, no bairro Santa Rita, cidade de São Miguel do Oeste.

Utilizando dela, por volta das 4h, três homens arrombaram a porta de estabelecimentos comerciais no município de Descanso, subtraindo objetos e dinheiro. Ainda na madrugada foi localizada a camionete e um dos homens foi preso em flagrante.

Outro autor entrou numa residência no centro de Descanso e furtou o veículo GM/Cruze, prata. O automóvel foi interceptado na cidade de Campo Erê, e o autor preso dias depois de intensas diligências.

Ainda no dia do crime, a Polícia Civil identificou os três autores e representou pela prisão preventiva. “Registramos a importância das informações repassadas pela população e as diligências das Forças de Segurança da comarca e região, bem como a atuação rápida do Ministério Público e poder Judiciário”.

Leia aqui para entender o assunto.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários