Sicredi topo
HB Informática 1
Odontologia Pacheco
Loja Sol topo
Mercado Pereira topo
Funerária Scopel topo
Restaurante Alvorada topo
Farmácias São Miguel topo
Marmoraria Felicetti topo
Móveis Incomaba topo
Techy Internet topo
E.B Instalações Elétricas topo
Quality Solar topo
Armazém dos Óculos topo
Supermercado Comin topo
Campos Auto Center topo
Saúde e Bem-Estar

Câncer de mama: o que você precisa saber?

É um grande problema de saúde pública em todo o mundo

Saúde e Bem-Estar

Saúde e Bem-EstarEsse espaço é dedicado aos profissionais da área da saúde e do bem-estar!

13/10/2020 11h42
Por: Redacao
79
(Foto: Assessoria de Comunicação)
(Foto: Assessoria de Comunicação)

O câncer de mama representa a principal causa de morte por câncer em mulheres brasileiras e constitui um grande problema de saúde pública em todo o mundo.

Há vários tipos de câncer de mama. Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Será que você apresenta fatores de risco para desenvolver câncer de mama?

A idade é um dos mais importantes fatores de risco, porém, há outros que aumentam o risco da doença, como:

• Obesidade;

• Sobrepeso após a menopausa;

• Sedentarismo;

• Consumo de bebida alcoólica;

• Primeira menstruação antes de 12 anos;

• Menopausa após os 55 anos;

• Não ter tido filhos;

• Primeira gravidez após os 30 anos;

• Contraceptivos hormonais;

• Reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos;

• História familiar de câncer de ovário;

• Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;

• História familiar de câncer de mama em homens;

• Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

* A presença de um ou mais fatores não significa que a mulher necessariamente terá a doença.

O que pode ser feito para reduzir o risco?

Alimentar-se de forma saudável; manter o peso corporal adequado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, amamentar e evitar uso de hormônios sintéticos.

Detecção precoce é o mais importante!

O rastreamento mamográfico é recomendado para as mulheres após os 40 anos, já o rastreamento complementar com ultrassonografia deve ser considerado para as mulheres com mamas densas. Além disso as mulheres devem ser estimuladas a conhecer o que é e o que não é normal em suas mamas, sabendo que a maior parte dos cânceres de mama é descoberto por elas próprias.

Como é feito o diagnóstico?

Além do exame clínico das mamas, exames de imagem como ultrassonografia, mamografia ou ressonância magnética. A confirmação diagnóstica, porém, é feita por meio da biópsia, que consiste na retirada de fragmentos do nódulo e encaminhamento para análise de um patologista.

Quais são os tratamentos?

Muitos avanços vêm ocorrendo no tratamento do câncer de mama e depende do tipo e da fase que a doença se encontra (estadiamento). Pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica (terapia alvo). Cuide-se, para você ficar bem!

Por Régis Vinicius de Andrade Silva, médico radiologista do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários