Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 13:33
(49) 99173 6876
Geral Geral

Coronavírus: decreto com medidas restritivas é publicado em Descanso

Decreto foi publicado após decisão tomada em assembleia dos prefeitos que fazem parte da Ameosc, realizada ontem

17/02/2021 15h47
479
Por: Redacao Fonte: Assessoria de Comunicação
As novas medidas valem até o dia 1º de março (Foto: Assessoria de Comunicação)
As novas medidas valem até o dia 1º de março (Foto: Assessoria de Comunicação)

Após uma decisão conjunta entre os prefeitos que fazem parte da Ameosc, o Governo de Descanso publicou nesta quarta-feira, 17 de fevereiro, um decreto que estabelece novas medidas em relação ao Covid-19.

Conforme o prefeito Sadi Bonamigo, as novas medidas buscam evitar o aumento de casos no município. “Chegamos em um momento delicado, pois os hospitais da região estão lotados, com pessoas esperando por uma vaga. Com essa realidade, vale mais pararmos um pouco, do que perdermos alguém que amamos”, destaca.

Bonamigo faz um apelo para que a população siga as orientações. “Passaram nove meses desde que registramos o primeiro caso em Descanso. No início do mês de novembro tínhamos 117 casos e hoje temos 469. Ou seja, em menos de quatro meses tivemos 352 casos e isso é muito preocupante. A situação é grave e precisamos da compreensão e da colaboração de toda a população para que sigam essas medidas de prevenção”, enfatiza.

Conforme o decreto nº 2.222 ficam suspensas em Descanso até o dia 1º de março as seguintes atividades:

- As aulas presenciais nas unidades de ensino municipal, das redes pública e privada, sem prejuízo da realização das aulas na modalidade à distância/remota.

- A prática de atividades esportivas coletivas e recreativas, como futebol, carteados, dominó, bocha, bilhar e outras modalidades que possam aglomerar pessoas, em estabelecimentos sediados na cidade e no interior, inclusive, aquelas de treinamentos realizadas por clubes e escolas;

- Todas as atividades religiosas presenciais em templos e igrejas;

- Todas as atividades pertinentes a shows, espetáculos, festas e eventos que acarretem a aglomeração de pessoas;

- O funcionamento de campings e áreas de lazer;

- A realização de velórios por período superior a seis horas;

- A realização de transporte coletivo urbano municipal;

- A concentração e a permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivos, como parques, praças e afins;

- O funcionamento de casas noturnas.

Bares e restaurantes

Os bares, restaurantes e lanchonetes poderão realizar atendimentos presenciais ao público exclusivamente das 10h30 às 13h30, observando a lotação máxima e as determinações das autoridades sanitárias e de saúde relativas ao Covid-19, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool gel, luvas descartáveis, medidores de temperatura na entrada do estabelecimento e todas as demais medidas de segurança preconizadas pelos protocolos vigentes. Nos demais horários, poderá ser realizado o atendimento por meio de delivery.

O atendimento presencial por bares, restaurantes e lanchonetes, nos horários previstos no artigo, deverá atender rigorosamente às determinações das autoridades sanitárias e de saúde relativas ao Covid-19, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool gel, luvas descartáveis, medidores de temperatura na entrada do estabelecimento e todas as demais medidas de segurança preconizadas pelos protocolos vigentes.

As atividades de bares, petiscarias, choperias, cervejarias e outros locais destinados a happy hours ou consumo predominantemente de bebidas alcoólicas poderão funcionar apenas até às 20h, com lotação máxima de 50%, podendo realizar serviço de delivery após esse horário;

Academias

As academias e estabelecimentos afins poderão funcionar respeitando o limite de 50% de sua capacidade normal e deverão atender rigorosamente às determinações das autoridades sanitárias e de saúde relativas ao Covid-19.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias