Loja Sol topo
Kika Restaurante topo
Farmácias São Miguel topo
Móveis Incomaba topo
HB Informática 1
E.B Instalações Elétricas topo
Quality Solar topo
Sicredi topo
Restaurante Alvorada topo
Techy Internet topo
Marmoraria Felicetti topo
Armazém dos Óculos topo
Funerária Scopel topo
Supermercado Comin topo
Odontologia Pacheco
Mercado Pereira topo
Artes

Aquarela: um hobby que se tornou negócio

Após primeira encomenda, artista descansense passa a retratar animais de estimação em pintura para o Brasil e outros países

17/01/2019 18h46Atualizado há 2 anos
Por: Redacao
2.676
A engenheira Indiana Massardo passou a ter um pedido por dia no ano passado (Fotos: Portal Minha Descanso e arquivo pessoal)
A engenheira Indiana Massardo passou a ter um pedido por dia no ano passado (Fotos: Portal Minha Descanso e arquivo pessoal)

Com aquarela, o papel branco toma as mais variadas formas, cores e detalhes retratados pela delicadeza e habilidade da artista descansense Indiana Massardo, de 25 anos. Uma atividade que antes era apenas uma terapia se tornou uma possibilidade de negócio.

Graduada em Engenharia Civil, Indy, que sempre foi apaixonada por artesanatos e influenciada por sua mãe a aprender crochê, tricô, bordado, pintura em tela, há dois anos e meio se aventurou no mundo da aquarela.

Ela conta que via vídeos no Youtube e tentava fazer a mesma pintura, passando a aperfeiçoar a técnica. Nesse período, ela usou suas redes sociais para divulgar seus avanços, quando recebeu seu primeiro pedido. Ela até ficou surpresa, pois não tinha pensado na aquarela como negócio.

“Eu publicava no Instagram e no Facebook os desenhos que pintava. Quando recebi um pedido para pintar um cachorro aqui de Descanso vi que meu hobby poderia se tornar um negócio”, conta.

Com isso, ela começou a desenvolver a pintura de animais de estimação, tendo uma foto como base e passou a publicar em suas redes sociais o processo de pintura e o resultado final. Isso encantou diversas pessoas e as encomendas começaram a surgir, primeiro de parentes e conhecidos e depois passou a atender outras cidades.

Quando as encomendas começaram a crescer, ela percebeu que precisava investir em materiais específicos, uma vez que ainda pintava com material escolar. “Havia efeitos da aquarela que eu não conseguir reproduzir por que você precisar estar com a tinta certa, o papel certo e o pincel certo. Por isso, investi em tintas e pincéis profissionais e papel 100% algodão”, explicou a artista.

Não foi só em materiais que ela se profissionalizou, mas também em suas técnicas, tanto que ela compara o antes e o agora. “Trabalhar com materiais profissionais faz com que a qualidade e durabilidade do trabalho seja muito superior. Ao passar do tempo fui tentando outras técnicas e o resultado final se tornou bem melhor”, analisa.

No momento ela conta com quase 4 mil seguidores no Instagram e suas artes estão em todos os estados do Brasil, e até no Japão e nos Estados Unidos. A artista também publica vídeos dos seus trabalhos, chamando ainda mais atenção dos internautas. Em 2018 passou a ter um pedido por dia. Ela faz promoções e trabalha de forma estratégica para que cada vez mais sua arte seja conhecida nas redes sociais e, assim, os pedidos aumentem.

“No início, fiz uma publicação do meu trabalho em um grupo de animais no Facebook que tinha 800 mil participantes. A postagem era de uma aquarela de uma gatinha que superou 1.500 curtidas. Através disso, consegui fechar três meses de pedidos, que são enviados via Correios”, relembrou.

Indy vê a arte como uma forma de terapia. “A aquarela é uma forma de desestressar, de passar sentimento e poder compartilhar isso com outras pessoas é muito bacana”, fala. Além disso, segundo ela, a melhor parte é a entrega do trabalho. “A parte que eu mais gosto é poder retratar os pets é ver a reação dos tutores, a emoção deles em reconhecer o seu animalzinho na pintura, muitas vezes animais já falecidos e que deixam saudade. Então é uma forma de eternizar aquele sentimento e ter certo conforto na pintura”, compreende.

Ela ainda destaca que nunca pensou em trabalhar com aquarela, mas que está sendo incrível fazer o que gosta. “Trabalhar com aquarela e por meio dessa arte retratar animaizinhos de raça ou sem raça definida é sensacional! É como dizem: Escolha um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um único dia de sua vida”, finaliza.

 Além da aquarela, Indy atua como engenheira civil em duas empresas da região.

 

  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
  • Aquarela: um hobby que se tornou negócio
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários