Domingo, 24 de Outubro de 2021 14:09
(49) 99173 6876
Especial Dia das Mães

Descansense assumiu papel de mãe dos sobrinhos há mais de 9 anos

A irmã dela, a Adriane foi vítima de câncer no intestino

08/05/2021 09h00
2.569
Por: Redacao
Proximidade e afinidade foi o que levaram Daiane tomar decisão de união com Júlio Ramos (Fotos: Portal Minha Descanso)
Proximidade e afinidade foi o que levaram Daiane tomar decisão de união com Júlio Ramos (Fotos: Portal Minha Descanso)

Talvez muitos sonhos ficaram para trás na vida da operadora de caixa do Supermercado Acácia, Daiane Dutkievicz, 33. Mas em declarações da própria descansense, que concluiu o Ensino Médio no município e buscou oportunidade para ser profissionalmente modelo em São Paulo, é de decisões não arrependidas e de escolhas conscientes. Há mais de 9 anos, ela assumiu o papel de mãe dos sobrinhos gêmeos Herik e Luan, 12 anos de idade. Ela também está casada com o guaraciabense Julio Ramos, 39, pai dos adolescentes.

A irmã de Daiane, a Adriane, profissional em churrascaria, foi vítima de câncer no intestino. Na época, os filhos tinham aproximadamente 1,8 anos. “Assim que descobrimos sobre a doença da minha irmã fui para Brasília cuidar dela e também das crianças que eram pequenas. Dona Elza, minha mãe, também se deslocou de Descanso para ajudar”, lembra.

Com formação na área de Turismologia, Daiane, que morava em São Paulo, relata ter sido pega de surpresa. “Nunca esperava por isso”, afirma. Acamada e ao perceber o imenso amor pelos filhos fez com que Daiane, através de conselhos de sua cunhada Silvane, prometesse a Adriane o cuidado aos pequenos.

“Infelizmente, do diagnóstico até ela nos deixar foi apenas três meses. Durante este tempo notei que a minha irmã sofria demais, e no calor das circunstâncias disse para não se preocupar, que os filhos dela eu iria proteger”, enfatiza. Adriane faleceu com 33 anos de idade.

Após isso, Daiane foi para o estado paulista resolver questões por alguns dias, vindo, posteriormente, a trabalhar em São Miguel do Oeste. Esta condição lhe permitiria estar mais perto das crianças. O pai, que também trabalhava em churrascaria, e os filhos regressaram à região. A proximidade também despertou outras afinidades. Ela, então, que tinha 23 anos, resolveu casar com Júlio, união que prevalece.

“Nunca me preocupei com a opinião dos outros. O que fiz foi uma decisão consciente. Nada que viesse de fora iria abalar. É importante ter a consciência tranquila e o bem foi maior. Muitas pessoas vieram dar os parabéns pela escolha feita”, assinala.

Um dos fatos que chama atenção é que Daiane veio ao mundo no ano de 1988 e faz aniversário em 27 de fevereiro. Coincidência ou não, Adriane também nasceu em 27 de fevereiro, mas em 1977. “Eu me considero como se fosse mãe deles. Por hábito e costume, Herik e Luan me chamam de tia. Os dois sabem a verdade, sabem o que aconteceu com a mãe, desde sempre”, observa.

Sobre o casal terem filhos, Daiane justifica que os adolescentes preenchem o espaço. “A gente quer sempre o bem, o melhor. Tudo se faz pensado neles”, finaliza a descansense. “É difícil expressar em palavras tudo o que a Daiane fez e é para eles e comigo”, resume Julio.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias