Domingo, 25 de Julho de 2021 19:42
(49) 99173 6876
Dólar comercial R$ 5,2 -0.05%
Euro R$ 6,12 -0.05%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.06%
Bitcoin R$ 190.643,63 +5.878%
Bovespa 125.052,78 pontos -0.87%
Economia Economia

Setor de serviços em Santa Catarina cresce 15,6% em 2021

A conclusão é da Pesquisa Mensal de Serviços

13/07/2021 19h01
61
Por: Redacao Fonte: Assessoria de Comunicação
O resultado é mais do que o dobro do crescimento do volume nacional, que ficou em 7,3% (Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Assessoria de Comunicação)
O resultado é mais do que o dobro do crescimento do volume nacional, que ficou em 7,3% (Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Assessoria de Comunicação)

Com um dos melhores resultados do país, o setor de serviços apresentou um crescimento de 15,6% nos cinco primeiros meses de 2021. A conclusão é da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado é mais do que o dobro do crescimento do volume nacional, que ficou em 7,3%.

O dado positivo coloca Santa Catarina como o segundo maior crescimento em termos percentuais do país. Quando se leva em consideração tanto o indicador do volume de serviços quanto o peso de cada Estado no resultado nacional, a alta catarinense é a quarta mais significativa do país.

"São dados que reforçam a força da retomada econômica em Santa Catarina. O volume de serviços no Estado já está em patamar 7,8% superior ao de antes da pandemia, enquanto no país agora se chegou a 0,2%. A tendência é de crescimento ainda maior à medida em que avançamos na vacinação dos catarinenses", projeta o governador Carlos Moisés.

Oportunidades ao fim da pandemia

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, destaca que, no acumulado dos últimos 12 meses, o setor de serviços catarinense teve um avanço de 5,8%. “O setor de serviços, um dos mais afetados pela pandemia, mostra sua reação e Santa Catarina se destaca entre os melhores resultados do país. Os dados evidenciam que estamos preparados economicamente para a retomada, com ações perenes e um cenário de oportunidades rumo ao fim da pandemia”, avalia.

Em maio, o crescimento chegou a 2,2%, também acima do índice nacional, que foi de 1,2%. No acumulado do ano, as atividades com maiores altas foram serviços profissionais, complementares e administrativos (30,6%) e transportes, serviços auxiliares ao transporte e correios (20,9%).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias