Domingo, 26 de Setembro de 2021 14:58
(49) 99173 6876
Ensino Ensino

Educação de Descanso inicia aulas de reforço escolar

Conforme o secretário de Educação, Maicon Rosin, o Governo Municipal fez o possível para que o impacto no aprendizado fosse o menor possível

01/09/2021 15h16
70
Por: Redacao Fonte: Assessoria de Comunicação
Serão atendidos, no contra turno, alunos do 1º a 5º ano que apresentam maior dificuldade na aprendizagem (Foto: Sandra Ghidini / Assessoria de Comunicação)
Serão atendidos, no contra turno, alunos do 1º a 5º ano que apresentam maior dificuldade na aprendizagem (Foto: Sandra Ghidini / Assessoria de Comunicação)

A pandemia do Coronavírus que já dura mais de um ano e meio afetou diversas esferas no Brasil e no mundo.  Na área da educação, com a suspensão das aulas presenciais, a pandemia atingiu diretamente a aprendizagem dos alunos, principalmente do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, que estavam em processo de alfabetização.

Em Descanso, as aulas presenciais foram suspensas no dia 19 de março de 2020 e somente um ano depois, precisamente no dia 24 de março deste ano, as aulas presenciais foram retomadas, mas ainda de forma híbrida.

Conforme o secretário de Educação, Maicon Rosin, o Governo Municipal fez o possível para que o impacto no aprendizado fosse o menor possível. “Buscamos alterativas para garantir os direitos de aprendizagem a todos os alunos, para isso as escolas realizaram a entrega de materiais e atividades a cada 15 dias seguindo o conteúdo do calendário escolar, os professores se reinventaram, encontraram diferentes maneiras para ensinar e captar a atenção dos alunos”.

“Além disso, investimos no sistema de apostilamento, entre outras ações. Os esforços foram válidos e diminuíram as consequências da pandemia, mas nunca foi possível substituir o dia a dia do professor e do aluno na sala de aula”, reflete.

Pensando nisso, a Secretaria de Educação iniciou nesta quarta-feira, 1º de setembro, aulas presenciais de reforço escolar nas áreas de matemática, língua portuguesa, leitura, interpretação e escrita. Serão atendidos, no contra turno, alunos do 1º a 5º ano da rede municipal de ensino que apresentaram um maior déficit de aprendizagem, conforme avaliação dos professores.

“Nosso objetivo é resgatar conteúdos e reforçar o aprendizado que foi comprometido pela interrupção das aulas presenciais. Sabemos que foi um ano difícil e que a falta do dia a dia na escola dificultou o processo de aprender e queremos auxiliar os alunos que apresentam maior dificuldade”, comenta Rosin.

O reforço será realizado todos os dias da semana conforme o cronograma:

Segundas-feiras: 1º ano da Escola Getúlio Vargas (manhã e tarde)

Terças-feiras:

- Período matutino: 1º e 2º ano da Escola Básica Municipal Cachoeirinha

- Período vespertino:  3º, 4º e 5º ano da Escola Básica Municipal Cachoeirinha

Quartas-feiras: 2º ano da Escola Getúlio Vargas (manhã e tarde)

Quintas-feiras: 3º ano da Escola Paulo Henrique Pissaia (manhã e tarde)

Sextas-feiras: 4º e 5º ano da Escola Paulo Henrique (manhã e tarde)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias