Domingo, 12 de Setembro de 2021 22:34
(49) 99173 6876
Amo Descanso Amo Descanso

Ilário Balbinot tem três livros publicados e o quarto será lançado em outubro

Morador de linha Campinas e fundador da Móveis Incomaba, ele conta, em suas quatro obras, histórias da comunidade, da família, viagem à Israel e sua biografia

10/09/2021 18h57
528
Por: Redacao
Ele se sente feliz por ter deixado seu legado de credibilidade em todos os setores que trabalhou (Fotos: Portal Minha Descanso)
Ele se sente feliz por ter deixado seu legado de credibilidade em todos os setores que trabalhou (Fotos: Portal Minha Descanso)

Nascido no dia 2 de outubro de 1941, em Protásio Alves, então município de Nova Prata no Rio Grande do Sul, Ilário Balbinot, 79 anos, veio para Descanso em 1963, fixando residência no distrito de Itajubá. Em 1965 passou a morar na comunidade de Jorge Lacerda e em 1973 em Campinas, onde reside até hoje.

Em maio de 1962, Ilário casou com Libera Maria Lorenset, ainda no Rio Grande do Sul. Tiveram o primeiro filho que faleceu ao nascer. Já em Santa Catarina eles foram abençoados com oito filhos, sendo uma mais nova adotiva: Joanete, Ivanete, Ademir, Adenilson (em memória), Lidavir, Leonildo, Adilson e Gislaine.

Em 1970 registrou a Incomaba, empresa da família que neste ano completa 51 anos. Conforme seu Ilário, a empresa é conduzida pelos filhos, cada um é responsável por um setor. “Hoje temos seis lojas, uma construtora e estamos montando uma nova fábrica com máquinas modernas. Eu sofri, mas nunca perdi a fé em Deus e nem a coragem”, destaca Balbinot.

Livros

Ilário teve pouco estudo, somente até o 4º ano do Ensino Fundamental, mas isso não foi motivo para barrar seus sonhos e suas conquistas. Além de ser criador de uma empresa de sucesso, se dedicar no trabalho voltado à comunidade, na igreja como ministro e catequista, ele ainda escreveu quatro livros.

O primeiro livro foi publicado em 2012, “Campinas e sua história”, onde relata a história dos 75 da comunidade, de 1927 a 2002. “Sobre a comunidade eu sabia quase tudo, o que mais me deu trabalho foi sobre a educação, procurei dados em São Miguel do Oeste, mas só encontrei em Mondaí. Já sobre esporte, jovens e clube de mães escrevi tudo o que sabia”, conta.

A única viagem ao exterior também rendeu um livro, o segundo. Publicado em 2014 “Um sonho realizado”, seu Ilário conta com base em retratos tudo o que viveu e viu em Israel e no Vaticano, na Itália. “Neste livro eu falo, explico aonde eu fui e o que é. Nenhum livro dos quatro que eu fiz tem uma palavra que me disseram, eu escrevo o que eu vi, não que acredito, mas aquilo que vi”, ressalta.

Já o terceiro livro “Família Balbinot: a nossa longa caminhada”, publicado em 2019, relata a trajetória da família Balbinot desde a saída da França até a chegada ao Brasil e também com a árvore genealógica. “No livro falo desde a saída da França, porque saíram deste país e foram para a Itália. Após, saíram da Itália e vieram para o Brasil. Relatei como viviam sem energia, sem estrada, como faziam fogo, se alimentavam e também as raízes da família”, conta Ilário.

Segundo Ilário, seus filhos pediram para que escrevesse a história de sua vida, então surgiu o quarto livro que será lançado em outubro. “A minha história é um pouco longa, sou marceneiro profissional, sempre gostei da madeira, fundei minha fábrica, dediquei minha vida também na igreja, tenho oito filhos, 14 netos e três bisnetos. No meu livro conto tudo”.

Ilário se sente feliz por ter deixado seu legado de credibilidade em todos os setores que trabalhou.  “Eu me sinto feliz por ter me realizado na profissão que eu gostava e também na minha família. Estou contente por ter trabalhado na igreja. Não estou arrependido de nada do que trabalhei, só sinto que não posso mais trabalhar agora”, finaliza.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias