Domingo, 24 de Outubro de 2021 11:32
(49) 99173 6876
Artesanato Artesanato

Arte ultrapassando fronteiras

Apaixonada por artesanato desde criança, Gilvane Casagrande fez da arte sua profissão e hoje ensina o que aprendeu e criou por vídeos em seu canal no YouTube

29/09/2021 19h40 Atualizada há 4 semanas
978
Por: Redacao
Gilvane Casagrande com suas lindas artes feitas à mão (Fotos: Portal Minha Descanso)
Gilvane Casagrande com suas lindas artes feitas à mão (Fotos: Portal Minha Descanso)

Um pano de prato pintado e com um belo crochê, toalhas de banho e rosto com bordados de ponto cruz, vagonite, ponto russo ou com fitas quem não tem alguma arte feita a mão em sua casa? O artesanato é um trabalho manual, feito com cuidado, delicadeza e uma bela pitada de amor que está conquistando cada vez espaço e o coração das pessoas.

Moradora da comunidade de São Valentim, Gilvane Casagrande, a Vane, é uma dessas pessoas apaixonadas por artesanato desde criança e hoje faz e ensina lindos bordados em seu canal do YouTube. “Desde criança sempre vi minha mãe e minhas tias fazendo alguma arte e quando ia passear me chamava muita atenção o crochê, toalhas pintadas, sempre tinha alguma decoração sobre o fogão e eu achava bonito. Quando eu tinha uns 11 anos, minha mãe, Lourdes Reina Casagrande, foi aprender a fazer bordado ponto cruz para depois ensinar as sócias do Clube de Mães, ela me ensinou também e eu gostei. Notei que gostava mesmo de fazer o artesanato, comprei revista de vagonite, depois fiz um cursinho de pintura e assim foi crescendo o amor por essas coisas, sendo que faço bordados até hoje”, relembra.

Mas como profissão Vane aderiu ao artesanato anos mais tarde, antes fazia para si e para presentear. Aos 25 anos ela adoeceu, descobriu que tinha Lúpus e teve que parar de trabalhar. “Como eu ficava em casa comecei a fazer bordados para vender e ganhar um dinheirinho extra, gostava muito do que eu fazia e fui aprendendo outras coisas, outras flores. Quando tinha feito várias peças saí para oferecer de porta em porta, nas casas, nas lojas. No primeiro dia ninguém comprou, voltei para casa um pouco desapontada, mas não desisti. Passou um tempinho me ligaram e então comecei a bordar para lojas. Hoje ainda faço trabalhos para estabelecimentos comerciais de Descanso e Iporã do Oeste”, conta Vane.

Atualmente, a artesã não trabalha mais com pintura, bordados de ponto cruz e vagonite. “Hoje faço flores manuais, são flores feitas manualmente com fita de cetim, com linha e com sianinha, flores manuais para aplicar em peças”, destaca.

Com um trabalho de qualidade e ótimas referências, a demanda de pedidos aumentou e para não deixar seus clientes e admiradores de sua arte sem seus produtos, Vane resolveu passar seu conhecimento para outras pessoas ao ministrar cursos de flores com fita de cetim, sianinha e linha e bordados em geral. E foi em meio à um curso que ela virou YouTuber. “Quando começou a pandemia, eu tinha iniciado um cursinho para fazer os bordados com flores, havia dado duas aulas e a gente parou. Como as alunas estavam gostando e queriam continuar, pensei em fazer uns vídeos e mandar no grupo do WhatsApp, mas se eu colocasse no YouTube mais pessoas poderiam ver e se interessar no curso, além de manter minhas alunas ativas até as aulas retornarem”, explica Vane.

Foi assim que a artesã criou seu canal “Dia de Artesanato”. Os vídeos são gravados e editados com o próprio celular. No momento o canal tem 72 vídeos postados e mais de 10.700 inscritos. A ideia que surgiu para manter suas alunas ativas levou Vane a ir mais longe e ser prestigiada em várias partes do mundo como Cuba, Sérvia, Argentina, Chile e Portugal.

E é nos comentários dessas pessoas de vários lugares que incentivam e elogiam seu trabalho, que Vane tira inspiração para criar novos vídeos e ensinar as mais belas flores. “As pessoas elogiam, querem tirar dúvidas, pedem para ensinar alguma outra técnica. Isso me motiva a fazer o próximo vídeo. Confesso que entrei meio de brincadeira, fui ficando e estou gostando”, ressalta.

Manter o canal exige muito tempo. Segundo Vane, é preciso atualizar com frequência. “Eu posto na terça-feira e na sexta-feira. Cada vídeo tem que ter algo diferente, chamar atenção para manter as pessoas no YouTube o máximo de tempo possível, então, é um desafio bem grande e nem sempre a gente acha que vai aguentar neste ritmo”.

Dedicada e com muito amor pelo que faz, seus vídeos são um sucesso tanto pela beleza das flores ensinadas como também pela ótima didática da professora que se sente realizada com o trabalho. “Eu amo bordar e gosto muito de ensinar também. Bordar é algo que me faz bem tanto para a minha doença como para a minha cabeça”, finaliza Vane.

Para quem quer conhecer um pouco do trabalho da artesã pode encontrar no canal do YouTube “Dia de Artesanato”, no Facebook Ateliê Vane Casagrande e no Instagran @vane_bordados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias