Odontologia Pacheco
Marmoraria Felicetti topo
Sicredi topo
Techy Internet topo
Protomed topo
Loja Sol topo
Supermercado Comin topo
Restaurante Alvorada topo
HB Informática 1
Móveis Incomaba topo
Funerária Scopel
Armazém dos Óculos topo
Quality Solar topo
Poesia

Inverno da vida

Que sejamos mais amor e que, nas fraquezas dos outros, possamos encontrar nossa humildade e fazer renascer o sentimento de esperança e renovação

Poesia

PoesiaVocê que aprecia a literatura, principalmente, estilo romance, este é o lugar. Jéssica de Camargo é poeta e estudante do curso de Direito da Unoesc.

09/07/2019 19h54Atualizado há 1 ano
Por: Redacao
306
(Foto: Portal Minha Descanso)
(Foto: Portal Minha Descanso)

No inverno da vida
É que se percebe a união dissolvida.
Enquanto alguns corpos congelam,
Outros congelam a alma! 

A compaixão com o outro evapora,
E o egoísmo aflora.
O semelhante, no frio da madrugada, sofre as dores da pobreza,
Enquanto que o que se diz rico, no conforto da sua casa, o despreza.

Ah!, o ser humano!
O sofrimento do outro já não lhe importa.
O seu ego lhe conforta.
E, para o solitário, ele bate a porta. 

Não é à toa que a humanidade está desse jeito.
Se a dor do outro não lhe comove,
Ao mau, o mundo está sujeito.
Que sejamos mais amor e que, nas fraquezas dos outros, possamos encontrar nossa humildade e fazer renascer o sentimento de esperança e renovação.
Que sejamos mais união, que possamos identificar aqueles que precisam de ajuda.
Que sejamos...
....ao fim de tudo, mais HUMANOS!