Odontologia Pacheco
Supermercado Comin topo
Quality Solar topo
Armazém dos Óculos topo
Restaurante Alvorada topo
HB Informática 1
Sicredi topo
Loja Sol topo
Techy Internet topo
Marmoraria Felicetti topo
Funerária Scopel
PET

10 dicas para os pets enfrentarem o calor

Colunista enumera práticas essenciais durante esta estação

Pet

PetAqui você vai saber de tudo sobre cães e gatos com a esteticista canina, Letícia Giron Stefanello.

11/01/2020 07h05
Por: Redacao
576
Os animais de estimação também precisam de cuidados para encarar as altas temperaturas de forma saudável (Foto: Internet)
Os animais de estimação também precisam de cuidados para encarar as altas temperaturas de forma saudável (Foto: Internet)

Não são somente os seres humanos que sofrem com o calor durante o verão. Os animais de estimação também precisam de cuidados para encarar as altas temperaturas de forma saudável. Para saber como proteger seu pet do calor, confira algumas dicas e práticas essenciais durante esta estação.

1. Hidratação: Deixe a água sempre fresca e disponível para os pets. Durante os passeios, leve cantil.

2. Passeios: Os melhores horários são antes das 10h e depois das 16h. De preferência, longe do asfalto quente, que pode causar queimaduras sérias nos coxins, as “almofadinhas” das patinhas dos pets.

3. Borrifar água: Ao notar que o bichinho está ofegante, é importante levar a um local fresco, oferecer água e borrifar um pouco dela pelo corpo do cão.

4. Ar fresco: Nunca deixe os pets em locais trancados e abafados sem circulação de ar, por exemplo, fechados dentro do carro.

5. Exercícios: Evite caminhadas longas e exercícios intensos nos dias de muito calor.

6. No carro: Durante as viagens, deixe o ar-condicionado ligado ou as janelas abertas. Faça pausas para o pet tomar água, descansar e ficar na sombra.

7. Ao ar livre: Para os que ficam muito tempo sozinhos no quintal ou na varanda, é importante manter um local fresco, onde não bata sol, para que possam se proteger do calor.

8. Pulgas e carrapatos: Temperaturas quentes e o ar com maior índice de umidade são fatores do verão que incentivam a proliferação de pulgas e carrapatos. Por isso, é preciso cuidado redobrado para evitar a infestação do animal.  Deixe a pelagem curta e aplique produtos antipulgas, pelo menos, uma vez ao mês. Para os pets que vivem em quintal com vegetação ou fazem passeios constantes, a aplicação deve ser quinzenal.

9. Canis: Para cães que vivem em canil, observe a temperatura do ambiente, o cuidado deve ser redobrado nestes casos, pois o calor, mesmo com a sombra, pode aumentar a temperatura do chão se este for de concreto ou semelhante, podendo causar lesões e até queimaduras nos coxins.

10. Alimentação: É importante oferecer a alimentação do seu pet no final do dia, para facilitar a digestão, que fica prejudicada pelo calor.